CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

terça-feira, 19 de junho de 2012

Invencível Partido do Trabalho da Coreia



No dia 19 de junho de 2012, comemora-se o aniversário de 48 anos do início do trabalho do Dirigente Kim Jong Il no Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia.

Diz-se que em 19 de junho de 1964, primeiro dia de seu trabalho no CC do PTC, Kim Jong Il passou uma noite sem dormir em seu escritório e, ao amanhecer, saiu para o jardim. Olhando para a bandeira do Partido levantada sobre a sede do CC do Partido, disse aos que estavam com ele no momento: “A bandeira de nosso Partido reflete a grande história das atividades revolucionárias do Presidente Kim Il Sung”.

O Dirigente Kim Jong Il, ao iniciar seu trabalho no CC do Partido, expôs sua vontade de tomar a Ideia Juche, teorizada pelo Presidente Kim Il Sung, como ideologia diretriz do Partido e de materializá-la cabalmente na construção do socialismo e em suas atividades. Com entusiasmadas atividades ideológico-teóricas, comprovou que a Ideia Juche é uma nova e original ideia revolucionária que reflete mais corretamente as exigências da época da revolução e os interesses das massas populares, enriquecendo-a e desenvolvendo-a de acordo com a exigência da revolução em desenvolvimento da atual época da independência. Formulou a integração da ideia, da teoria e da metodologia Juche, apresentou o programa de transformar toda a sociedade segundo essa ideia e logrou que o partido estivesse armado com a mesma.

Sempre realizou tudo conforme as ideias, propósitos e maneiras próprias do Presidente Kim Il Sung, fundador do Partido, e orientou que o Partido levasse a cabo ao pé da letra os princípios da Ideia Juche na construção e em todas as esferas da vida social.

Depois da morte do Presidente Kim Il Sung, em julho de 1994, o Dirigente Kim Jong Il lançou as consignas principais do Partido: “O Grande Líder, camarada Kim Il Sung, viverá para sempre conosco” e “Armemo-nos mais firmemente com a ideologia revolucionária do grande Líder, camarada Kim Il Sung!”.

Sua direção resultou num Partido do Trabalho forte e independente, que não vacila minimamente em quaisquer contratempos, num poderoso partido que realiza a causa socialista sem quaisquer erros ou desvios.

A unidade e a coesão de um partido político são qualidades fundamentais que determinam sua invencibilidade e poderio. No seio do Partido do Trabalho da Coreia, não há seitas nem disputas fracionárias, as quais se devem às excepcionais faculdades políticas do Dirigente Kim Jong Il, quem logrou que o Partido fosse um todo orgânico e ideológico, baseada em só ideia e vontade, e que toda a militância se armasse com a ideologia de seu líder e, a partir dessa, se unisse monoliticamente em torno do último e se movesse unanimemente seguindo sua orientação.

Considerando os membros do Partido como companheiros que compartilham o mesmo propósito e destino com o Líder, deu mostras de grande confiança, logrando que o PTC fosse de enorme integridade e obrigação moral.

A excepcional faculdade política do Dirigente Kim Jong Il não é exclusiva para o Partido, mas também para os militares e demais setores do povo, em virtude do qual, na Coreia, se logrou a unidade entre o Partido e todo o povo, algo sem precedentes na história política do mundo.

Não é por casualidade que, em finais do século passado, quando os partidos no poder em vários países socialistas entraram em queda, o PTC não vacilou o mínimo sequer e, ao contrário, manifestou sua invencibilidade ante o mundo.

O Dirigente Kim Jong Il fez do PTC um partido com raízes profundas entre as massas populares, um partido que goza de pleno apoio e confiança. Fiel herdeiro do ideal de seu antecessor – o Presidente Kim Il Sung – de “considerar o povo como o céu”, logrou que o PTC se apresentasse em melhorar a vida do povo como princípio supremo. O PTC aplicou e manteve medidas populares de assistência médica e ensino gratuitos, abolição de impostos etc. a favor dos operários, camponeses, intelectuais e outros setores do povo, chegando a ser chamado de “Partido-Pai” pelo povo.

Kim Jong Il orientou os quadros do Partido a trabalharem como servidores fieis do povo, apresentou consignas como “Que todo o Partido se engaje entre as massas!”, “Servir ao povo!”, logrando assim que o PTC fosse um partido que desfrutasse da confiança das pessoas. Por isso, o povo coreano, deposita inteiramente seu destino no PTC e segue sob a consigna “Se o Partido decide, cumprimos!”, cuja prova cabal é a assombrosa realidade da RPDC que se desenvolve na construção de uma grande potência próspera.

Os méritos acumulados pelo grande Dirigente, Kim Jong Il, no fortalecimento e no desenvolvimento do Partido, brilharão para sempre com a história do Partido do Trabalho da Coreia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário