quarta-feira, 18 de maio de 2016

Posse de armas nucleares da RPDC é resultado de política hostil dos EUA




A posse de armas nucleares da República Popular Democrática da Coreia modificou completamente a estrutura da força da Terra, o que é senão o resultado merecido da política de hostilidade dos Estados Unidos.

Insiste assim o diário Rodong Sinmun em um artigo individual desta terça-feira e continua:

A paz não se defende pelas palavras, mas sim pelas poderosas forças armadas. Tomamos as contramedidas independentes diante das ações hostis dos EUA encaminhadas a eliminar fisicamente a RPDC.

Isso é um direito legítimo e inalienável de um Estado soberano, indicado na Carta da ONU.

Os Estados Unidos é o responsável que causou o problema nuclear na Península Coreana, forçou a RPDC a possessão de armas nucleares e exerce a ameaça nuclear sobre o país socialista.

A RPDC, que era um país sem armamento nuclear, aspirava mais do que todos a desnuclearização da Península Coreana e fez todo o possível pelo respeito desde quando o império estadunidense começava a introduzir as armas nucleares em solo sul-coreano. 

Mas, os esforços da República Popular Democrática da Coreia foram infrutíferos devido aos EUA.

A realidade demonstra que enquanto não for eliminada a enraizada política estadunidense de hostilidade a RPDC, não será resolvido nenhum problema, mas sim, aumentar-se-á o perigo de confrontação e conflitos armados.

A posse de armas nucleares da RPDC é a opção mais justa no mundo atual, em que um país fraco não pode sequer proteger-se a si mesmo.

Enquanto os EUA não abandonarem a política de hostilidade a RPDC nem eliminar radicalmente a ameaça nuclear, não renunciaremos das armas nucleares em primeiro lugar.

Será consolidada rapidamente a capacidade de ataque nuclear da RPDC.

da KCNA

Nenhum comentário:

Postar um comentário