CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Carta aberta ao camarada Kim Jong Un, por ocasião do centenário do Presidente Kim Il Sung


Estimado Camarada Kim Jong Un, Vice-presidente da Comissão Militar do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia e Comandante Supremo do Exército Popular da Coreia,

Enviamos a você, em nome do Centro de Estudos da Ideia Juche (Brasil), nossas maiores saudações como dirigente destacado do povo coreano e como grande revolucionário de nossa época. No dia 15 de Abril o povo coreano comemora o 100º Aniversário do camarada Kim Il Sung, eterno Presidente da República Popular Democrática da Coreia e destacado combatente comunista e antiimperialista. Esta data é especial não só para o povo coreano, mas para todos os povos do mundo, pois através dela os revolucionários de várias partes do planeta prestam homenagens a este homem que foi um dos principais nomes da luta revolucionária no século passado. O exemplo e os méritos do Presidente Kim Il Sung seguem inspirando as lutas antiimperialistas que ainda são travadas pelos povos que buscam sua independência.

Gostaríamos de também lembrar o exemplo e os méritos do estimado líder da República Popular Democrática da Coreia, grande Dirigente Kim Jong Il. O camarada Kim Jong Il, que faleceu em 17 de Dezembro de 2011, também deixou sua marca na história das lutas revolucionárias, como destacado líder do povo coreano. O camarada Kim Jong Il, através de sua célebre obra “Sobre a Ideia Juche”, sistematizou os princípios básicos desta nova ideologia revolucionária, que se tornou a ideia diretriz da Revolução Coreana, e contribuiu com os combatentes revolucionários da RPD da Coreia e do mundo com uma nova arma teórica na luta pela independência dos povos do Terceiro Mundo e pela construção socialista.

Por ocasião do centenário do nascimento do Presidente Kim Il Sung, participaremos em Pyongyang da Conferência Mundial da Ideia Juche, que contará com a participação de estudiosos e adeptos da Ideia Juche de diversas partes do mundo.

No Brasil, através do Centro de Estudos da Ideia Juche, seguimos estudando e divulgando a Ideia Juche, que muito tem a ensinar ao povo brasileiro e latino-americano, em sua luta pela independência, pela autonomia, pela vitória do socialismo, e pela derrota do imperialismo norte-americano.

Viva à luta do povo coreano! Viva à Imortal Ideia Juche! Viva à Coreia Socialista!

Gabriel Martinez - Secretário – Geral do Centro de Estudos da Ideia Juche – Brasil

Alexandre Rosendo – Presidente do Centro de Estudos da Ideia Juche - Brasil

3 comentários:

  1. Eu me pergunto o seguinte: Talvez o Kim Il Sung tenha sido um líder nato com grande potencial.

    Mas e quanto ao filho e ao neto dele?Que envergadura ou que potencial tem eles?

    Se o Kim Jong Il era o líder incrível que eles diziam ser; porque não colocavam um microfone pra ele falar ao mundo e influenciar a nós todos com sua sabedoria?A única coisa que eu via era ele gesticulando e apontando nos locais que ele visitava.

    E o Kim Jong-Un, foi nomeado general sendo que ele não suou na vida inteira o que um soldado sua em um dia.E ainda querem mostrar ele "coordenando" um exercício militar, sendo que ele não tem experiência alguma pra isso.

    ResponderExcluir
  2. Estou assinando embaixo!!!

    Fernando "IntensoFOX" Gaebler - Revolucionário de São Bernardo do Campo - SP!

    ResponderExcluir
  3. André Felipe,

    Kim Jong Il sempre foi um dos principais líderes do país desde 1964, quando começou seu trabalho no Comitê Central do Partido. Foi um grande teórico que deu contribuições sem igual à causa do socialismo e ao desenvolvimento da luta revolucionária na Coreia e do mundo, sistematizou a Ideia Juche e elevou-a ao nível de ideia diretriz da Revolução e da construção na RPDC. Kim Jong Il foi um dos principais envolvidos com o incidente de 1968 no Barco espião norte-americano Pueblo, acontecimento esse no qual é uma amostra ao mundo que Kim Jong Il de fato lutou pela soberania do país e pela defesa do socialismo. Kim Jong Il guiou pessoalmente diversos trabalhos em diversas áreas da construção socialista, e levou a cabo diversos planos quinquenais, septenais e trienais de desenvolvimento do país. Nos anos 90, após de Kim Il Sung e quando o país estava passando pelas piores dificuldades pelas quais nunca havia passado, Kim Jong Il foi o principal responsável for fortalecer a capacidade defensiva do país e mantê-lo no caminho do socialismo enquanto muitos países retornavam ao passado e restauravam o capitalismo.

    Tais fatos mostram claramente que Kim Jong Il foi de fato um grande líder e que, sob sua liderança, o povo coreano teve sim grandes conquistas. Não foi um "revolucionário de gabinete" como muitos que aparecem por aí hoje em dia, mas um revolucionário que de fato levava a cabo suas tarefas se apoiando nas massas, aprendendo com elas e depois ensinando-as.

    Sobre Kim Jong Un, por enquanto não temos muitas informações, que ainda não foram disponibilizadas pela própria RPDC. Sabemos apenas que ele estudou na Universidade Militar Kim Il Sung (portanto, ao contrário do que você diz, tem sim conhecimentos militares) e que já teve experiência na área. A nomeação de Kim Jong Un como general não contrariou nenhuma norma do país e aconteceu nos totais marcos das leis da RPDC.


    Alexandre Rosendo

    ResponderExcluir