CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Liberdade para Ro Su Hui!





Más notícias da Coreia do sul. Ro Su Hui, vice-presidente da Aliança Pan-Nacional pela Reunificação da Coreia na parte sul, Ponminryon, foi sentenciado a quatro anos de prisão por ter visitado a Coreia do norte, e mais quatro por uma série de motivos, como a violação da Lei de Segurança Nacional e da Lei Anticomunista. Ro Su Hui é um patriota de longa data e combatente pela reunificação coreana, que foi muito bem recebido por seus compatriotas durante a visita ao norte. Ao ser recebido no sul, sobraram para ele somente pontapés e choques.

Ro Su Hui foi detido em julho do ano passado pelos "crimes" de violação da "Lei de Segurança Nacional" e por visitar a RPDC. Só agora ele foi julgado e irá passar oito anos preso por tentar promover as relações intercoreanas. Só quero ver agora o Arnaldo Jabor ou qualquer outro grande meio de comunicação comentando, com direito a matéria no Fantástico e tudo.

Tudo isso ocorre numa época de intensa campanha de difamação contra a RPDC. Enquanto a imprensa silencia sobre a repressão fascista na Coreia do sul, pedimos encarecidamente a todos nossos leitores que divulguem tal descompasso.

Para os que não conhecem sobre o caso da prisão de Ro Su Hui, deem uma olhada no link abaixo.

http://solidariedadecoreiapopular.blogspot.com.br/2012/07/estado-fascista-e-colonial-sul-coreano.html

9 comentários:

  1. Me respondam com toda a sinceridade e isenção partidária: O que aconteceria com um cidadão norte coreano se fosse visitar a Coreia do Sul?

    ResponderExcluir
  2. Questão interessante. Vamos aguardar a resposta do blogueiro.
    Saudações à todos os camamradas.

    ResponderExcluir
  3. Caro Anônimo, é realmente difícil especular sobre o que aconteceria com um cidadão do norte que fosse visitar a Coreia do sul. Afinal, não existe na Coreia do norte nenhuma lei, decreto, etc. que impeça seus cidadãos de visitarem qualquer país do mundo, incluindo a Coreia do sul. Não tenho informações sobre as viagens norte-sul, mas só no ano passado houveram quase 135 mil norte-coreanos que visitaram a China, isso segundo censos do próprio governo chinês.

    Não duvido que, tanto pela falta de divisas quando pelo permanente estado de guerra motivado pela recusa dos Estados Unidos em assinar um tratado de paz com o Norte desde 1953, as visitas de cidadãos da RPDC para o Sul sejam de fato bastante restritas. Apesar disso, por iniciativa da RPDC, e não do regime fascista-fantoche do Sul, várias visitas intercoreanas entre famílias que ficaram separadas entre sul e norte já aconteceram várias vezes, apesar das tentativas da camarilha reacionária sul-coreana de sabotar tais acontecimentos.

    Só para lembrar, a Coreia do Norte foi a única entre as duas partes que apresentou e lutou constantemente para aplicar uma proposta pacífica para a reunificação entre as duas partes da Coreia. Entre as várias propostas para a reunificação pacífica, como o respeito mútuo a ambos os sistemas econômicos e ideologias, está também a livre circulação norte-sul, sem quaisquer restrições de ambas as partes. Se os sul-coreanos são espancados e enjaulados não só por visitarem o norte como por também mostrar qualquer telha de simpatia ao sistema socialista da RPDC, ou se as visitas de coreanos do norte ao Sul são extremamente restritas pela falta de divisas e pelo estado de guerra, isso se deve somente à recusa dos Estados Unidos e da Coreia do sul em se assinar o tratado de paz e em aplicar os 10 Pontos para a Reunificação Pacífica da Pátria propostos pelo norte.

    Saudações!
    José Antônio

    ResponderExcluir
  4. Libertem Ho Su Hui! Abaixo o Estado fascista Sul-Coreano!

    ResponderExcluir
  5. Sobre as besteiras na revista Piauí e em um jornal de minha cidade:

    http://revistacidadesol.blogspot.com.br/2013/02/normal-0-21-false-false-false.html

    ResponderExcluir
  6. Eu acompanho o blog de vocês e, meus queridos, fico feliz por saber que pessoas com esse tipo de pensamento podem expor seus ideais com liberdade. Dentre as inúmeras intempéries que vivemos, a liberdade de expressão é algo que devemos nos orgulhar de possuir. Quanto à pergunta, "O que aconteceria com um cidadão norte coreano se fosse visitar a Coreia do Sul?" Meu amigo, se você não sabe, eu fico extremamente decepcionado com a capacidade de ver o óbvio presente em seus ideais. Livros com depoimentos de refugiados e alguns documentários não faltam para mostrar que a travessia do Rio Yalu ou do Rio Amnok pode acabar em morte se for detectada por soldados da fronteira. A embaixada da Coreia do Sul em Pequim é vigiada por qual motivo? Simples segurança ou medo de uma enxurrada de refugiados querendo pedir asilo ao país do sul?


    Esse regime dantesco cairá!

    Sem mais


    Forte abraço.

    ResponderExcluir
  7. Caro anônimo,

    Estranhamente você é tão defensor da liberdade de expressão, mas tão defensor, que defende a prisão e condenação do militante pró-reunificação Ro Su Hui pelo estado sul-coreano. Queremos total distância desse tipo de liberdade de expressão que você defende, que na hora de denunciar as arbitrariedades cometidas pelo estado sul-coreano contra militantes democráticos, simplesmente se cala. É a tipica "liberdade de expressão" de fabricar e falsificar a opinião pública.

    O que cairá, através da força organizada dos povos, como bem demonstra as mudanças que estão sendo empreendidas na América Latina, será a ordem imperialista da qual você é um digno capacho. O imperialismo já tentou sufocar a revolução coreana uma vez e recebeu um belo chute na bunda. Não serão os comentários de um lacaio como você que alterarão este fato.

    Abraço

    Blog de Solidariedade a Coreia Popular

    ResponderExcluir
  8. Eu reli o meu comentário e não consegui encontrar uma mínima frase que defendesse a prisão e a condenação do militante. Onde você encontrou isso?

    As notícias sobre os norte-coreanos presos (nem vou colocar a possível quantidade) em campos de trabalhos forçados por: tentar fugir do país, ser contra a ideologia do regime, devido a corrupção cometida por superiores norte-coreanos que transferem a sua culpa para cidadãos inocentes, são falsas?

    Você já ouviu falar de Soon Ok Lee? Se você conhece, ela é outra lacaia de uma ordem imperialista?

    Se a prisão do militante pró-reunificação foi arbitrária, você tem todo o direito de protestar e denunciar, mas, fatos são fatos!

    O regime imposto por esta dinastia que você defende está destruindo gerações de norte- coreanos e a verdade aparecerá.

    Cordialmente,

    ResponderExcluir
  9. De fato em seu comentário não consta nenhuma defesa aberta da prisão de Ro Su Hui, mas também não existe nenhuma condenação ao estado sul-coreano e sim ao governo da República Popular Democrática da Coreia. As notícias sobre norte-coreanos presos por os motivos que você falou, em grande medida, são invenções e peças propagandísticas fomentadas pela Rádio Free Asia, ong´s sul-coreanas bancadas pelo regime títere de Seul e outros organismos pró-imperialistas. Isso sem contar as máfias sul-coreanas que atuam na China, especializadas em sequestrar norte-coreanos para envia-los à Coreia do Sul. É muito comum que depois de certo tempo, esses cidadãos sequestrados regressem à RPDC, como demonstram inúmeros casos, infelizmente pouco divulgados pelos panfletos pró-imperialistas que você utiliza para moldar sua visão de mundo.

    Sim, a prisão de Ro Su Hui foi arbitrária e concordamos que fatos são fatos. Os fatos demonstram que a Coreia do Sul é governada por um grupo político títere, subserviente aos Estados Unidos, assim como a grande maioria dos desinformados metidos a espertalhões que as vezes aparecem por aqui para escrever besteiras.

    Saudações

    Blog de Solidariedade a Coreia Popular

    ResponderExcluir