sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

CEIJ - Brasil realiza reunião para marcar o aniversário de Kim Jong Il

Kim Jong Il, no VI Congresso do Partido do Trabalho, em 1982

O Centro de Estudos da Ideia Juche - Brasil realizou, nesta última quarta-feira, uma reunião interna para marcar o aniversário de 71 anos do dirigente Kim Jong Il. Na ocasião, o artigo "Sobre algumas questões para o entendimento da Filosofia Juche", escrito pelo dirigente comunista em abril de 1974, foi lido e discutido.

Em tal escrito, o dirigente Kim Jong Il rechaça várias tendências erradas, que apareciam entre os cientistas políticos e funcionários do Partido do Trabalho, em se interpretar a Ideia Juche como uma filosofia iluminista humano-cêntrica. Esclareceu que a Ideia Juche apresentou como questão fundamental da filosofia a relação entre o homem e o mundo, de que é o homem o dominador e transformador do mundo - e que o fato de o homem ser o dominador e transformador do mundo, de utilizá-lo a seu favor, não significa que todas as mudanças no mundo são causadas pelo homem.

A  Ideia Juche, como qualquer teoria revolucionária científica, não surgiu de pronto, e é a síntese da prática concreta do povo coreano em luta por sua revolução. Foi se desenvolvendo e enriquecendo à medida que a necessidade de se rechaçar o dogmatismo, o seguidismo às grandes potências e o revisionismo foram sendo postas cada vez mais na ordem do dia.

Na reunião, vários comentários foram feitos para se esclarecer melhor a compreensão sobre a Ideia Juche.

Nenhum comentário:

Postar um comentário