CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Sul-coreana é condenada por possuir músicas norte-coreanas em seu computador

O Tribunal Supremo de Seul considera que as gravações representam uma exaltação à Coréia do Norte e que elas beneficiam o inimigo.

Uma sul-coreana foi condenada a quatro anos de prisão em regime fechado por possuir gravações de músicas instrumentais norte-coreanas, informou a agência de notícias Yonhap.

Como já informamos no blog, milhares de democratas, anti-imperialistas e militantes progressistas são presos na Coréia do Sul todos os anos. Possuir simples gravações musicais norte-coreanas constitui um crime gravíssimo segundo a justiça do estado títere, já que a difusão de material pró-Coréia do Norte é proibida. 

Segundo a Procuradoria Geral do Estado, a mulher foi acusada por possuir em sua HD cerca de 14 arquivos mp3 de canções que seriam favoráveis ao sistema socialista de Pyongyang.

Com informações de El Universal

3 comentários:

  1. Eu imagino o que aconteceria na "coreia popular" se um nacional tivesse em seu computador arquivos mp3 de música contra o regime ou até mesmo música pop sul-coreana. Mas aí eu lembro que as pessoas nem sequer tem computador. Ou, se tem, a internet deve ser filtrada para que eles pensem que toda a Web é na verdade um local onde as pessoas se unem para glorificar o Big Brother Jong-Il.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo, não existe música pop "sul-coreana" no sentido nacional do termo. A cultura nacional do povo coreano, ao menos na parte Sul da península, foi completamente esmagada e substituída (mecanicamente mesmo) pela "cultura" norte-americana. A intranet (já que na parte Norte da Coréia ainda não se pode pensar na existência da internet) norte-coreana serve como um espaço para que os cidadãos do país dominem mais além o marxismo-leninismo e a Idéia Juche, aprendam mais sobre a cultura de seu povo e trabalhem pelo benefício de todo o povo coreano. Infelizmente, na Internet aqui do Ocidente, que decididamente é considerada um dos meios de comunicação mais livre que existem, ainda predomina muito lixo cultural, inutilidades e várias outras matérias que não possuem compromisso algum com o crescimento espiritual dos internautas. Prova maior disso são as inúmeras acusações sem base que inúmeros fanáticos de extrema-direita lançam contra os países socialistas, especialmente contra a Coréia.

    ResponderExcluir
  3. Concordo que o regime da Coréia do Norte parece ser extremamente rigoroso. Talvez este é o preço que se tem que pagar para poder viver em paz ao lado de um regime fantoche, mas armado até os dentes e a serviço do imperialismo. Pelo menos, na RPCD não há bases estrangeiras, nem destacamentos de exércitos estrangeiros. Por outro lado, o regime títere do sul só sobrevive com o apoio dos seus patrões imperialistas. Do ponto de vista do povo coreano, deve ser muito difícil viver em uma situação assim. Aceitar a divisão do país ao meio, e conviver com um exércíto imperialista durante várias décadas.
    Que bela democracia há no sul da Coréia! E ainda prendem uma compatriota por ter gravado cançções do regime do norte!

    ResponderExcluir