CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Porta-voz do departamento de politica da CDN da RPDC condena difamação de EUA e fantoches sul-coreanos


Nestes dias, Estados Unidos e seus lacaios acusam a cegas o Instituto de Biotecnologia de Pyongyang, base de pesquisa científica e produção da República Popular Democrática da Coreia, de “instalação ultramoderna de produção de bacilos de antraz de forte toxicidade” e de “fabrica de armas biológicas disfarçada de uma empresa civil”.

Os provocadores dos EUA difundem esse absurdo, segundo a qual a maioria das instalações do instituto mencionado anteriormente são mercadorias proibidas na exportação de materiais bioquímicos que definiu um “grupo” composto por mais de 40 países da União Europeia na década de 1980 e o instituto consta como “instalações de produção de bacilos de antraz regulares com possíveis usos militares” iguais as fábricas de armas biológicas do Iraque e da Ex-União Soviética.

Ainda por cima, caluniam dizendo que os “artigos de biotecnologia de ponta” da RPDC, cuja a tecnologia de produção é monopolizada somente por alguns países desenvolvidos no mundo, que são “armamentos ultramodernos de bacilos de antraz”.

Inventam sem nenhuma vacilação que o fato de que os produtos agroquímicos produzidos pelo instituto podem matar quase 100% das enfermidades e insetos nocivos incluindo carrapatos difíceis de exterminar, “tem em consideração os bacilos de antraz que podem matar até 900 mil pessoas com só 10 quilos de pulverização em zona de alta densidade populacional” e o “anuncio intencional da ‘instalação de bacilos de antraz’ foi feito pelo Norte para ameaçar os EUA e a Coreia do Sul”.

Sobre isso, o porta-voz do Departamento de Política do Comitê de Defesa Nacional da RPDC publicou no dia 13 uma declaração condenando que EUA prossegue com sua campanha hostil contra ela negando persistentemente até realidade evidente e continua:

Tudo isso se deve aos vícios deles habituados a conspirações e falsificações como meio de existirem.

Também o bando de Park Geun-hye adere ativamente a farsa provocadora dos EUA.

Esse é o destino dos fantoches que vivem sob a proteção dos EUA.

Os complôs e intrigas destinadas a exterminar a justiça e a verdade são os últimos esforços dos moribundos.

Agora, os EUA e os fantoches sul-coreanos devem ter em mente que as intrigas e complôs não podem deter a corrente da era da independência nem dar marcha ré na história, mas darão o golpe demolidor na Casa Branca e Chongwadae.

Os complôs e intrigas dos EUA e a horda sul-coreana de Park Geun-hye são uma farsa pueril ignorante e não podem resultar em outra coisa se não o fracasso.

Os que se desesperam por denegrir o prestígio da RPDC, desafiando a demanda da época, as aspirações nacionais, a justiça e a verdade, pagaram um preço caro.

Pyongyang, 13 de julho ACNC

Nenhum comentário:

Postar um comentário