CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Estados Unidos e Coreia do Sul realizarão exercício militar "Key Resolve": A paz, mais uma vez, é ameaçada

O Comando de Forças Conjuntas EUA-Coréia do Sul anunciaram no dia 15 de fevereiro que os exércitos sul-coreano e norte-americano realizarão exercícios militares conjuntos denominados “Key Resolve” por todo o território sul-coreano de 28 de fevereiro a 10 de março. Parte do exercício militar “Foal Eagle” será realizado também em conjunto pelos dois exércitos até o final de abril.



EUA e Coréia do Sul realizam
exercício militar "Key Resolve" em 2008

O exercício militar contará com a presença de um gigantesco porta aviões, um contingente de mais de 12.800 tropas militares norte-americanas, além de 200 mil soldados do exército títere da Coréia do Sul que estarão armados até os dentes. Tais ameaças militares são exercícios de guerra para invadir a RPD da Coréia.

 As ameaças militares são uma clara evidência da política hostil contra a RPD da Coréia e da política de confronto contra as relações inter-coreanas levada a cabo pelos Estados Unidos e pelo regime sul-coreano. Tais ameaças pioraram de uma maneira catastrófica as relações inter-coreanas e futuramente agravarão as tensões militares na península, pondo em risco não só a paz e a segurança do mundo como também ameaçando a paz em todo o Nordeste asiático. Os perigos e as conseqüências de tais manobras monstruosas poderão ser mais sérias do que se encontram nos dias de hoje, principalmente nos tempos recentes em que as iniciativas positivas da RPD da Coréia para melhorar as relações inter-coreanas foram rejeitadas pelo regime títere e ditatorial sul-coreano.


Sul-coreanos protestam contra ameaças

A realidade de hoje mostra que as forças belicistas dos EUA e da Coréia do Sul nunca se botam ao lado da paz e ao lado do melhoramento das relações inter-coreanas. Os mesmos não querem nada além do conflito e da guerra.

Os belicistas norte-americanos e sul-coreanos devem parar de uma vez por todas com suas provocações de guerra, levando em conta as catastróficas conseqüências que tais manobras contra a RPDC podem trazer.

Nesse momento, o povo sul-coreano leva a cabo sua luta pela causa antiimperialista, pela paz, pela independência e pela democracia. Condena os planos dos EUA e do governo títere sul-coreano de realizar os exercícios militares conjuntos.

Expressamos aqui nossa maior solidariedade ao povo coreano em sua luta pela paz, e contra as ameaças do imperialismo na Península Coreana.


Com Frente Democrática Nacional Antiimperialista, equipe do blog Solidariedade à Coreia Popular

2 comentários:

  1. Mais uma vez o Eixo Americano irá efetuar assim como outras vezes provocações que coloca em risco a paz da região. Muito poucos percebem isso, a força que o imperialismo tem de pressionar todas as idéias de liberdade de algum povo. Esses exercícios que podem sim desencadear algo terrível para a nação coreana são efetuados de tempos em tempos, é um tapa na cara da ingenuidade do povo.

    Ao ínves das forças se aliarem para libertação do povo árabe que esta lutando ferozmente por liberdade de um sistema dogmático e exploratório que vivem. Mas não nunca é conveniente para os países desenvolvidos se meter radicalmente em assuntos onde a ideologia da exploração das classes rebaixadas vem "a calhar" para o financiamento do sistema que sustenta a dita "estabilidade".

    Terrível hipocrisia que a mídia pelo mundo prega, juntamente com essas falsas "boas intenções" desse eixo.

    OBS: Mais um anônimo, ninguém tem conta no google sequer ???? ahahhaha ou tem vergonha do comentário.

    ResponderExcluir
  2. Uma frase para o Leonardo:

    "O inimigo do meu inimigo é meu amigo"

    Ou seja....

    Não sou Norte Coreano
    Apenas defendo o ponto de vista que a frase acima sustenta!

    :)

    ResponderExcluir