CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

sábado, 12 de novembro de 2016

Princípio de independência anti-imperialista e socialismo se defende com forças armadas


O princípio de independência anti-imperialista e socialismo se defende somente com poderosas forças armadas, destacou o jornal Rodong Sinmun em um artigo publicado nesta sexta-feira.

Os imperialistas, que se deparam com sua ruína, cometem atos despóticos e arbitrários por todos os cantos do nosso planeta para acabar com a causa da independência da humanidade, a do socialismo – inicia o artigo e segue:

O Partido do Trabalho da Coreia e o governo da República Popular Democrática da Coreia conduzem à única via da vitória a revolução sem vacilação alguma diante das vicissitudes de toda índole mantendo invariável o princípio de independência anti-imperialista e socialismo.

Com suas poderosas forças armadas, o povo coreano frustrou a crescente ameaça e chantagem nucleares e as manobras agressivas dos imperialistas e seus satélites.

Na atualidade, se registram os flagelos de guerra por todos os cantos do mundo e vagam em busca de salvação os povos de vários países. Mas, na RPDC não estalou uma guerra durante várias décadas e o povo coreano leva uma vida pacífica e estável ainda que não acomodada, a qual é fruto da política do Songun.

Este princípio permitiu à RPDC, país pequeno em dimensão e população, consolidar por todos os meios o poder político e militar e defender honrosamente a paz e a segurança da Península Coreana e o resto do mundo, frustrando as manobras de agressão e esmagamento sem precedentes das forças aliadas imperialistas encabeçadas pelos EUA.

A história registra o destino trágico de alguns países e nações que se converteram em escravos coloniais dos imperialistas por não ter preparado suas próprias forças.

Hoje em dia, a RPDC tem grande prestígio na arena internacional como baluarte do socialismo e da independência anti-imperialista e porta-voz da justiça e da verdade.


Da KCNA

Nenhum comentário:

Postar um comentário