quinta-feira, 21 de maio de 2015

Lançamento de prova de projetil balístico é Exercício de soberania, aponta DP de CDN de RPDC

Pyongyang, 20 de maio ACNC

A respeito que os reacionários norte-americanos, japoneses, sul-coreanos e outras forças hostis questionam cada dia o lançamento de prova de projétil balístico de submarino estratégico da República Popular Democrática da Coreia, o porta-voz do departamento de política do comitê de defesa nacional da RPDC publicou no dia 20 uma declaração expondo a posição de princípios do exército e do povo coreano.

Não podemos fazer vista grossa as más-línguas e a atitudes provocativas das forças hostis que questionam tanto a medida de fortalecimento da capacidade de autodefesa de um estado soberano, assinala a nota e continua:

O lançamento de prova de projétil balístico de submarino estratégico da RPDC é uma parte de suas medidas para o fortalecimento da capacidade de autodefesa nacional, de acordo com a linha de desenvolvimento paralelo da construção dos meios de ataque estratégicos.

Já faz muito tempo a RPDC realizou a minimização e a diversificação dos meios de ataque nuclear.

Não ocultamos qual o nível intelectual e de precisão dos foguetes de longo alcance, para não falar dos outros de médio e curto alcance, podem garantir uma ótima porcentagem de impacto.

Não podemos renunciar o fortalecimento da capacidade de autodefesa nacional, mesmo que alguém o acuse de “provocativo” e demande “suspendê-lo” porque é um exercício da soberania nacional.

No mundo atual seguem a “ameaça” e a “chantagem” anti-RPDC de EUA e outras forças hostis e se tornam cada dia mais abertas suas agressões e manobras gangisteris tendendo a “derrubar o regime” norte-coreano.

Em tal circunstância, o plano de fortalecimento da capacidade de defesa nacional de nosso exército e povo, aumentado para fortalecer a defesa nacional do país e defender a segurança e a dignidade da nação, se promoverá vertiginosamente sem qualquer vacilação.

EUA e outras forças hostis servis ao império não devem questionar atrevidamente como “provocativo” e “ameaçador” todas as medidas da RPDC pelo fortalecimento da capacidade de autodefesa nacional.

A RPDC tem a posição de não tolerar nunca o proceder dos EUA e de seus satélites que questionam o lançamento de prova do projétil balístico de submarino estratégico como “provocativo” e “ameaçador” a paz da região tomando como “norma” a “resolução” do conselho de segurança da ONU.

É porque o CS da ONU se converteu num aparato que atua segundo o despotismo e as arbitrariedades dos EUA esquecendo sua missão de assegurar a paz e a segurança do mundo e seu dever escrito na Carta que abandonou por si mesmo a imparcialidade, o equilíbrio, os princípios de respeito e de não intervenção nos assuntos internos.

Os reacionários yanques e japoneses, inimigos jurados do povo coreano, os fantoches sul-coreanos e todas as forças sujas não devem esquecer nem um momento que nossos poderosos meios de ataque preparados para frustrar as manobras dos agressores que tem a ilusão da “derrubada do regime” apontando nosso sagrado território, mar e espaço aéreo jurisprudenciais e para defender a dignidade e a soberania da nação, estão em estado de guerra para atirar balas certeiras em qualquer lugar tanto pela frente e pelo flanco como pela retaguarda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário