quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Coreia do norte finaliza construção do Complexo Habitacional Un-há

No último dia 08 de setembro, foi finalizada, na periferia de Pyongyang, a construção do Complexo Popular Habitacional de Un-há. O Complexo Habitacional foi construído para os cientistas e técnicos da Universidade Kim Il Sung, que deram enormes contribuições para o lançamento do último satélite artificial da Coreia Popular, Kwangmyongsong-3-2, em dezembro de 2012.

Kim Jong Un visita apartamentos em construção
O moderno complexo habitacional, construído de maneira impressionante em alguns poucos meses por soldados do Exército Popular da Coreia, cobre uma área total de 28 hectares (280 quilômetros quadrados). Possui 21 prédios, com blocos de apartamentos para mais de 1000 famílias, onde cada casa possui entre de três a cinco quartos, mais sala de estar, quarto de casal, quarto para crianças e cozinha. Cada casa está mobiliada com camas, sofás e entre outras mobílias. Todos os prédios são equipados com sistema de aquecimento. Além disso, o complexo habitacional Un-há é composto por escolas, hospitais, creches, jardins de infância, prédios públicos e outros estabelecimentos para satisfazer as necessidades dos moradores.

Durante os meses de construção das habitações para os cientistas da Universidade Kim Il Sung, o dirigente Kim Jong Un, primeiro secretário do Partido do Trabalho da Coreia, acompanhou ativamente o progresso nas construções, mostrando-se satisfeito com o trabalho duro feito pelos soldados do Exército Popular da Coreia, que não batalhavam no dia-a-dia senão com o único intuito de garantir às massas populares uma vida nova, rica e feliz sob o socialismo. Ao ser finalizada essa monumental construção da era do Partido do Trabalho da Coreia, o secretário Kim Jong Un enviou saudações aos trabalhadores responsáveis pela construção dos apartamentos em nome do Comitê Central do Partido. O primeiro ministro da Coreia socialista, Pak Pong Ju, também acompanhou atentamente os progressos feitos nas construções dos prédios.

Vista do Complexo Habitacional Un-ha
 No dia 11 de setembro, os apartamentos começaram a ser habitados pelas famílias de cientistas, agora novas moradoras do Complexo Habitacional. Todas as casas foram distribuídas gratuitamente aos cientistas, sem que os mesmos necessitassem pagar a menor quantia sequer.

O Herói do Trabalho Kim Chang Bae foi um dos cientistas beneficiados pela política habitacional socialista do Partido do Trabalho da Coreia, ao receber também um apartamento no Complexo Un-há. Diz ele: "É tão surpreendente para mim viver nessa casa que já foi visitada pelo respeitado Marechal Kim Jong Un. Retribuirei sua nobre atitude com mais conquistas científicas."
 
Família de cientistas recebe apartamento

Pak Song Ae, esposa de um dos cientistas que recebeu uma casa no Complexo Un-há, disse: "Meu marido foi honrado em receber essa casa, que mais parece um palácio, pelo trabalho que ele fez como cientista. Sou muito grata ao respeitado Marechal Kim Jong Un."

Kim Jae Son, condecorado com o título de Herói da República Popular pelo papel cumprido como técnico no lançamento do foguete Kwangmyongsong-3-2, que também recebeu uma casa no Complexo Habitacional Un-Há, disse: "O respeitado Marechal Kim Jong Un deu para nós, cientistas e técnicos comuns, luxuosas casas sem ter que pagarmos um centavo sequer. Aliás, os frutos pela construção de um país próspero e poderoso nos beneficiaram antes de beneficiar os outros. [...] Quero declarar aqui que nosso Partido e nosso sistema socialista, dirigidos por Kim Jong Un, são os melhores do mundo."

As novas conquistas do povo coreano na construção socialista contrastam radicalmente com os recentes ataques da imprensa reacionária contra a Coreia do norte, falsamente caracterizando o país como "pobre e atrasado". A realidade desmente as falsas afirmações da reação e mostra o crescente progresso da RPD da Coreia seguindo firmemente o caminho socialista.

Todas as fotos e vídeos sobre o Complexo Habitacional Unha estão disponíveis na página de Facebook do Solidariedade à Coreia Popular.
 

Um comentário:

  1. No Brasil vemos cortiços e favelas. Famílias inteiras morando em barracos de madeira, sendo castigadas por esse sistema carcomido que entrega migalhas aos trabalhadores e que cria desigualdades sociais imensas, ainda mais nas grandes metrópoles, onde é evidente o caráter segregacionista entre burguesia e proletariado. O povo da Coreia do Norte ao que parece, não vive de migalhas, mas de recompensas mais que justas por seu valoroso trabalho em prol do comum. O sistema socialista da Coreia do Norte leva a sério o progresso e a felicidade na vida dos seus cidadãos. Esse complexo habitacional é apenas mais um dos milhares de exemplos que mostram que a Coreia do Norte é um país perfeito para morar. O Partido pensa mesmo em tudo!!!

    ResponderExcluir