CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Sobre a necessidade de ter a correta percepção sobre a República Popular Democrática da Coreia


Na véspera da posse do presidente do EUA, Trump, o sinal do confronto é nítida entre a China e o Estados Unidos. Ao mesmo tempo, na arena internacional, corre uma misteriosa opinião de que a China vai usar a "carta" da questão norte-coreana no confronto com o EUA.

Recentemente, o jornal estadunidense Wall Street Journal, a revista American Interest, jornal britânico Financial Times e outras publicações, repercutindo um após os outros, itens que estimam que a China irá usar a possibilidade da "carta" da questão norte-coreana para confrontar a administração Trump.

Eles qualificam através de uma informação unilateral das mídias que não está muito familiarizado com os princípios universais de soberania dos países e da República Popular Democrática da Coreia.

Demos ênfase a fabricação desse rumor como absurdo, que será usado como uma "carta" a alguém. A RPDC se exalta como um poder político-ideológico e nuclear e firmar nossa posição como um país que possui armas nucleares, não importa se alguém reconhece ou não. Eles devem ver e compreender corretamente a RPDC.

O nordeste asiático e em torno da Península coreana, é precisamente a zona mais quente onde os interesses das potências se estremecem e cria-se problemas internacionais.

Historicamente, a situação tensa e o clima de guerra na península coreana pendurou a partir dos objetos da política externa do EUA e de outras forças dominadoras, onde a nação coreana se tornou a sua maior vítima.

Se RPD da Coreia tivesse um fraco poderio estatal e não pudesse defender a soberania, a RPDC sofreria um grande desastre que iria superar as "revoluções coloridas" ou as interferências no Oriente Médio por causa dos interesses geopolíticos das potencias e o povo coreano não poderia evitar o destino de ser o escravo da versão moderna do século XXI.

Hoje em dia, devido à política de coerção e enganosa dos poderes dominadores, eles impiedosamente violam as soberanias dos países e nações em todo o mudo, Estados Unidos e seus países satélites, colocam sanções e bloqueios sem fim contra a RPDC.

Mas a RPDC se levantou como uma potência nuclear e militar no Oriente para que nenhum inimigo poderoso se atreve a atacar.

Graças ao justo remédio onipotente que é o recurso nuclear, a RPDC não é uma barganha dos poderes periféricos, mas sim uma força poderosa capaz de dirigir a situação regional neste lugar estratégico, onde os interesses vitais das grandes potências se cruzam.

A RPDC se converteu em uma potência militar do mundo e um poder nuclear do Oriente e estabeleceu a nova estrutura mecânica em que a RPDC é a variável absoluta.

Ninguém pode derrubar e nem enfraquecer jamais a posição da RPDC que entrou com dignidade na primeira linha das potências nucleares, tendo firmemente em sua mão o remédio certo e poderoso para manter a soberania e o direito à existência e desenvolvimento da nação, e preservar a paz e a estabilidade na região.

Agora quando mudou fundamentalmente a posição estratégica da RPDC, é o tempo necessário para resolver o problema da paz e da estabilidade na região do Nordeste Asiático.

No futuro e como também no passado, defenderemos sem falta com a nossa própria força a paz e a segurança do nosso Estado e contribuiremos ativamente para a preservação da paz e da estabilidade no mundo.

Da KCNA

Nenhum comentário:

Postar um comentário