domingo, 14 de agosto de 2016

Porta-voz da MINREX da RPDC refuta “informe sobre liberdade religiosa”


A respeito da pergunta feita por um repórter da ACNC formulada no dia 12 sobre os Estados Unidos questionaram o problema da liberdade religiosa na República Popular Democrática da Coreia, o porta-voz da MINREX da RPDC deu a seguinte resposta:

A publicação do “informe sobre a liberdade religiosa internacional de 2015” por parte do Departamento de Estado estadunidense mostrou irrefutavelmente o invariável intento hostil dos EUA para desintegrar o interior da RPDC e derrocar, custe o que custar, seu regime sob o pretexto da defesa dos “direitos humanos” e da “liberdade religiosa”.

Agora, os Estados Unidos intervêm brutalmente nos assuntos internos dos Estados soberanos e violam e suprimem a soberania de outros países e nações sob o falso pretexto da “defesa dos direitos humanos” e da “democracia”, razão pela qual já perdeu a qualidade elementar de falar de direitos humanos.

Já que os EUA não podem fazer nada mais no âmbito militar contra a RPDC, este leva a cabo desesperados esforços para manchar a imagem internacional desta última, e recrudescer ainda mais o ambiente de sanção e pressão internacionais anti-RPDC mediante o fortalecimento da verborreia de “direitos humanos”.

Enquanto não se altera no mínimo a intenção hostil dos Estados Unidos, inimigo jurado, interessado em derrocar o regime da República Popular Democrática da Coreia, esta centuplicará de todas as maneiras suas capacidades militares de autodefesa apoiadas no dissuasivo nuclear para salvaguardar o Poder e a revolução.

Da KCNA

Nenhum comentário:

Postar um comentário