terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Eterno Sol da Coreia do Songun

O grande companheiro Kim Jong Il salvaguardou o socialismo e o destino da nação por meio da política Songun (prioridade dos assuntos militares).

Herdando a ideia e a linha de conceder importância ao fuzil e aos assuntos militares, apresentados pelo Presidente Kim Il Sung, formulou o modo político do Songun e levou à vitória a luta de defesa socialista por meio de sua direção revolucionária da mesma maneira.

Desde que deixou em 25 de agosto de 1960 seus primeiros sinais de direção na Divisão Guarda de Tanques 105 “Seul” Ryu Kyong Su, esteve em suas contínuas viagens às unidades do Exército Popular da Coreia.

Particularmente, na década de 1990 aplicou em todas as esferas a política Songun, enquanto defendeu com firmeza o socialismo frustrando as manobras agressivas sem precedentes das forças imperialistas e reacionárias lideradas pelos Estados Unidos para asfixiar a RPDC. Em sua obra intitulada “A linha revolucionária do Songun é uma grande linha de nossa época e bandeira sempre vitoriosa da nossa revolução” e outras definiu a justeza e a originalidade desta linha e estabeleceu um sistema de direção estatal com o EPC como o poderoso centro da revolução e da construção, a política Songun como o modo principal da política socialista e ao Comitê de Defesa Nacional como sua coluna vertebral. E colocou a linha fundamental da construção econômica na época do Songun, consistente em dar prioridade à indústria de defesa nacional e, ao mesmo tempo, desenvolver a indústria leve e a agricultura, uma segura garantia para consolidar o poderio do país.

Muito consciente de que somente com o potente fuzil é possível salvaguardar firmemente o socialismo, dirigiu seus esforços para reforçar a potência militar.

Em suas incessantes inspeções a numerosos postos militares, entre outros a base “Pinos Enanos”, Panmunjom, a ilha Cho, orientou a converter todo o exército em tropas de firme ideologia e convicção e dispostas de potentes meios de ataque e de defesa, enquanto se empenhou para o armamento de todo o povo e a fortificação de todo o país. E inclusive, fez com que predominasse um ambiente em que o exército ajuda a toda a sociedade. Em um período tão difícil como a Árdua Marcha prestou primordial atenção ao desenvolvimento da autóctone indústria de defesa nacional e fabricar por própria conta modernos armamentos para fortalecer o poderio militar.

Em virtude de sua abnegação patriótica e sábia direção o exército e o povo coreanos desbarataram todas as frenéticas manobras das forças aliadas imperialistas encabeçadas pelos EUA para isolar e estrangular a RPDC, de modo que puderam salvaguardar seu regime socialista e o destino da pátria e da nação e preparar o cimento de eterna duração para a construção de um Estado poderoso e próspero.

A política Songun que o Dirigente Kim Jong Il aplicou deu lugar ao fato de que todo o exército se uniu como um todo compartilhando a mesma ideia e propósito com ele, se abriu uma nova era de apogeu na grande unidade militar-civil e se afiançou a solidariedade monolítica do líder, o Partido, o exército e o povo, eis uma garantia ideo-política para o avanço vitorioso na edificação de um país socialista, poderoso e próspero. O Exército Popular se converteu em uma força elite e se ampliou ainda mais o poderio militar auto defensivo do país, dando uma garantia para levar a um feliz término a construção do Estado poderoso e prospero valendo-se do Songun. O exército, força principal da revolução, enquanto defendia a pátria, se pós à frente da construção socialista, registrando conquistas e inovações em todos os domínios da construção de uma potência econômica.

Assim, graças ao Dirigente Kim Jong Il que, aplicando a original política Songun, levou a Coreia a uma posição da potência ideo-política e militar e assentou uma firme base para a construção de um Estado poderoso e próspero, tornou possível antecipar o luminoso porvir do país.

Hoje, quando a Coreia entra em uma época de mudanças históricas para o cumprimento da causa revolucionária do Juche, para enaltecer ao companheiro Kim Jong Um que herda tal como é a política Songun, no máximo cargo do Partido, do Estado e do exército, continua invariavelmente a história da revolução do Songun na Coreia e o Dirigente Kim Jong Il vive sempre como eterno Sol do Songun.

Do Naenara

Nenhum comentário:

Postar um comentário