quarta-feira, 12 de maio de 2010

Hu Jintao recebe Kim Jong Il: “A amizade entre China e RPDC é um tesouro para nossos povos”


Kim Jong Il sendo recebido por Hu Jintao em Pequim.


Kim Il Sung e Mao Tsé-tung



Kim Jong Il, presidente da República Popular Democrática da Coreia, visitou a China entre os dias 2 e 7 de Maio em retribuição a visita do presidente chinês, Hu Jintao, à Pyongyang em fevereiro passado.

No encontro entre os dois presidentes em Pequim, Hu Jintao afirmou que “a amizade tradicional entre a China e a RPDC é um tesouro comum de ambos os governos, partidos e povos e que têm a responsabilidade histórica de impulsionar ainda mais essa amizade de geração em geração avançando com os tempos”. Hu enfatizou que o fortalecimento das relações de amizade e cooperação da China com a RPDC é uma política consistente do PCCh e do governo chinês. “A China mantém e promove as relações com a RPDC com uma perspectiva estratégica e de longo prazo e fará esforços conjuntos com a RPDC para fortalecer tais aspectos com a finalidade de beneficiar os povos de ambas nações e contribuir para a manutenção da paz na região e a prosperidade comum”.

O presidente chinês assinalou que “a intensificação dessa cooperação fortalecerá a construção socialista em cada um dos países e a salvaguarda da paz, da estabilidade e da prosperidade regionais”.

O presidente Hu Jintao apresentou cinco propostas sobre o fortalecimento dos vínculos com a RPDC: manter os contatos de alto nível, intensificar a coordenação estratégica, aprofundar a cooperação econômica e comercial, aumentar o intercâmbio de pessoal e consolidar a coordenação em assuntos internacionais e regionais para salvaguardar a paz e a estabilidade regionais.

Kim Jong Il de sua parte, afirmou estar “completamente de acordo” com as propostas. E que “a tradicional amizade entre a RPDC e a China, estabelecida e cultivada pelos líderes das velhas gerações dos dois Estados suportaram as provas do tempo e isso não mudará apesar das mudanças de época e de gerações. A série de atividades de celebração do 60º aniversário do estabelecimento das relações bilaterais no ano passado elevou a amizade RPDC-China a um novo nível histórico. Graças aos esforços conjuntos das duas partes deu-se um sadio impulso no desenvolvimento do amistoso intercâmbio bilateral e a cooperação em diversos campos”, destacou o presidente coreano, mencionando o recente acordo para a construção de uma ponte sobre o rio Yalu na fronteira entre os dois países e que se converterá num “novo símbolo de cooperação amistosa entre a RPDC e a China”.

O máximo líder coreano afirmou que “em cada visita realizada à China constatei os avanços conquistados pelo povo chinês na grande causa da construção do socialismo com as peculiaridades chinesas. Os êxitos da China são uma importante injeção de coragem para o povo da RPDC”.

Kim Jong Il enfatizou que “o trabalho da RPDC nos diversos terrenos está progredindo de forma ordenada e que a tarefa central de todo o trabalho do partido no país é melhorar constantemente o nível de vida do povo”.

O presidente da China elogiou as medidas efetivas do líder do país vizinho “para impulsionar a economia e as condições de vida de seu povo” e manifestou seu desejo de que a RPDC “alcance metas mais ambiciosas em matéria de desenvolvimento com a liderança do PTC”.

Em resposta o Presidente Kim Jong Il expressou sua convicção de que “sob a direção do PCCh, com o presidente Hu Jintao como secretário-geral, o povo da China seguirá acumulando novas vitórias no processo histórico de aperfeiçoar a capacidade de governar do Partido, de por em prática a concepção científica de desenvolvimento e de construir uma sociedade harmoniosa”.

Kim Jong Il apresentou ao líder chinês as felicitações pelo sucesso da abertura da Exposição Universal de Xangai e as condolências pelas vítimas humanas e as perdas materiais causadas pelo terremoto de Yushu, em Qinghai, e convidou Hu Jintao a uma nova visita à RPDC, gesto que Hu agradeceu e aceitou.

No dia seguinte ao encontro, 6 de maio, o presidente Hu Jintao acompanhou o presidente Kim Jong Il em visita a uma empresa de biotecnologia de Pequim.

“O povo da RPDC sente-se orgulhoso das conquistas da China em matéria de desenvolvimento nacional”, assim o líder máximo da RPDC concluiu seu diálogo com o Presidente chinês.

Em seguida Kim Jong Il teve encontros separados com o presidente da Assembléia Nacional chinesa, Wu Bangguo, e com o primeiro-ministro, Wen Jiabao, que havia visitado Pyongyang em outubro do ano passado.

Durante a viagem de 5 dias à China, o presidente Kim Jong Il também participou de encontros com líderes chineses de várias cidades do nordeste da China como Dalian, na provícia de Liaoning, onde visitou indústrias para que seus funcionários estudassem a experiência chinesa em renovar sua antiga base industrial. Em Tianjin priorizou o porto e sua capacidade logística e em Sheniang visitou centros de processamento de alimentos, de alta tecnologia e de maquinaria.

Fonte: Jornal Hora do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário