quarta-feira, 5 de abril de 2017

Títeres sul-coreanos difundem rumor de “provocação do Norte”

 
Há pouco, o presidente interino Hwang Kyo An instruiu a “preparar-se perfeitamente” falando tanto da “grave ameaça de armas nucleares e misseis do Norte”. O Ministro de Defesa Nacional, Han Min Gu, outros traidores da cúpula militar sul-coreana realizaram uma vistoria nos campos de treinamento para agressão ao Norte e as unidades da frente avançada dizendo palavras belicosas como “não tolerar nenhuma provocação”.

Em suas frequentes visitas ao estrangeiro, o chanceler títere Yun Pyong Se divulga o rumor da “provocação e ameaça nuclear do Norte” e tomando-o como pretexto, mendiga a cooperação na campanha de esmagamento anti-RPDC.

Em um artigo publicado hoje, o jornal Rodong Sinmun qualifica de sofisma a insistência dos títeres sul-coreanos, e prossegue:

Ninguém pode censurar as medidas da RPDC tomadas para o fortalecimento do dissuasivo nuclear de caráter auto defensivo porque este se origina do exercício do legitimo direito de defender a dignidade e a soberania do país frustrando a campanha de ameaça nuclear dos EUA.

Os Estados Unidos e os títeres sul-coreanos são os culpados que aumentam o perigo de guerra nuclear na Península Coreana.

Suas imprudentes ações em busca da guerra nuclear de agressão ao Norte são a causa fundamental que perturba a paz e a segurança da Península Coreana e ameaça o destino nacional. Por mais que os títeres circulem o rumor da “provocação e ameaça nuclear do Norte”, não poderão encobrir a natureza criminosa deles próprios que tratam de impor o desastre da guerra nuclear à nação em conivência com as forças estrangeiras.

Não convencerá nunca a ninguém tal rumor mentiroso.

 Da KCNA

Nenhum comentário:

Postar um comentário