terça-feira, 21 de julho de 2015

Realizado seminário central para intensificar a educação anti-imperialista e classista

Pyongyang, 15 de julho ACNC

Teve lugar no dia 15 no Palácio Cultural do Povo na capital o seminário central para estudar e aprender os assuntos teórico-práticos que são necessários para se aprofundar ainda mais a educação anti-imperialista, classista e a luta de classes conforme a situação criada e a demanda da realidade em desenvolvimento.

Estiveram presentes os funcionários das instituições do partido e da administração, as entidades de trabalhadores no centro e da capital, os setores da ciência, educação, literatura e arte, imprensa e de informação, os órgãos de formação dos funcionários do partido e do ramo da história revolucionaria.

No seminário apresentaram as dissertações que explicaram e argumentaram a necessidade de intensificar a educação anti-imperialista, classista e da luta de classes entre os funcionários, militantes do partido, trabalhadores, jovens e crianças, as tarefas e os meios para elevar a intensidade da educação classista para que com a firme concepção do inimigo principal todos se levantem na batalha decisiva antiyanqui.

Os oradores assinalaram que intensificar a educação anti-imperialista e classista torna-se um importante elemento para determinar se os militares e civis coreanos viverão como vanguardistas e povo independente ou se serão subjugados e escravizados. Acrescentaram também que constituem o problema vital que decide a vitória ou a derrota na confrontação com o imperialismo estadunidense e outras forças hostis.

Insistiram em que ter em mente a firme concepção do inimigo principal é a premissa para formar todo o exército e o povo como soldados valentes que derrotem sem piedade as forças hostis com as armas da revolução e a classista.

O movimento juvenil de alguns países socialista deram a séria lição de que se deve intensificar mais a educação classista e anti-imperialista entre as novas gerações a medida que mude as gerações da revolução, aclararam.

Destacaram a necessidade de consolidar mais monoliticamente a trincheira classista socialista como a fortaleza de inabalável convicção para coroar com brilhantismo a história de confrontação antiyanqui com a derrota final do imperialismo norte-americano e demonstrar claramente a justeza e a invencibilidade da causa socialista

Nenhum comentário:

Postar um comentário