quinta-feira, 6 de novembro de 2014

A chave dos triunfos do Partido do Trabalho da Coreia - Eduardo Artés, Primeiro Secretário do Partido Comunista Chileno (Ação Proletária)

   

 
Eduardo Artés
Por Eduardo Artés - Primeiro Secretário do Partido Comunista Chileno (Ação Proletária)
  
  A vitória ou o fracasso da causa socialista, depende de como se constrói o Partido que a realiza, de como se eleva o seu papel dirigente, fato comprovado pela rica experiência do PTC.

  De acordo com a experiência do PTC, a tarefa essencial consiste em resolver de maneira independente, pensando com a própria cabeça, todos os problemas relativos a construção do Partido e suas tarefas. 

  A construção exitosa do socialismo na Coreia, deve-se ao fato de ela ser feita de acordo com as exigências do povo e da realidade do país. O PTC apesar das pressões e ingerências externas, soube manter sua linha independente, tal como a ciência socialista demanda. 

  A confiança e o apoio das massas ao PTC é algo natural, já que elas o têm como seu único orientador e assimilam a ideologia do Partido como sua, seguindo sua direção. 

  Uma das características distintivas do PTC é a de ter um estável fundamento orgânico e ideológico, sólido e massivo que assegura a unidade de ideologia e direção. 

  O PTC como partido dirigente do Estado Socialista, alcançou tal nível de condução e identificação com as massas, que quando vários países baixaram a bandeira do socialismo, o povo coreano sem vacilação alguma, avançou em um passo certeiro e firme, pelo caminho do socialismo. Quando as forças imperialistas reacionárias a nível mundia, tentavam terminar por completo com o socialismo, e Pyongyang foi publicada uma declaração conjunta de Partidos e Organizações Socialistas, revolucionárias e progressistas, da qual o Partido Comunista Chileno (Ação Proletária) P.C (AP), que sob o título “Defendamos e façamos avançar a causa socialista” deu mostras da avançada posição do Partido dirigente, na construção do socialismo, que foi alcançada pelo PTC. 

  Em fins do século passado, o socialismo foi derrotado em uma série de países e uma das lições refere-se a construção e atividades do Partido. Muitos Partidos não realizaram de maneira independente, de acordo com a realidade concreta e das massas do país, dos princípios revolucionários, de classes e socialistas, daí pelo fato de não terem um fundamento orgânico e ideológico firme, se deu a oportunidade para que os renegados aproveitassem apoderando-se da autoridade partidária para impor abertamente as linhas contrarrevolucionárias. No seio desses Partidos, houve vacilação ideológica e os que conheciam a verdadeira natureza contrarrevolucionária dos traidores foram paralisados, fingindo desconhecê-la ou só pensaram em “salvar-se” a si próprios, por isso praticavam a adulação e a submissão. Com a degeneração do Partido, o socialismo nesses países foi momentaneamente derrotado. 

  Como nos ensina a experiência do PTC e as lições de vários países, a vitória ou a derrota do socialismo depende principalmente da construção do Partido e de suas atividades. 

  A chave da vitória da causa socialista, está na máxima direção do PTC, nos camaradas Kim Il Sung (1912-1994) e Kim Jong Il (1942-2011), Líderes eternos da Coreia socialista, cuja causa é levantada e aprofundada corretamente pelo camarada Kim Jong Un, Primeiro Secretário do PTC. 

  O camarada Kim Il Sung fundador do PTC, de acordo com a ideia Juche, deu prioridade ao critério de que o sujeito da revolução são as massas populares, construíndo as organizações partidárias pela base, para logo fundar o Partido, marcando uma diferença fundamental com aqueles Partidos que primeiro se formaram por cima, quer dizer, a partir de seu Comitê Central; isto também ajuda a explicar a derrota e a vitória no socialismo. 

  Este sólido fundamento orgânico e ideológico na fundação do Partido, tornou possível instaurar puco depois da Libertação da Coreia (15 de Agosto de 1945), no dia 10 de outubro do mesmo ano, o PTC. 

  Levando em consideração que o socialismo surge da aspiração e ideal das grandes massas e de que o terreno sócio classista consolidou-se monoliticamente, o PTC assegurou a representação consequente dos interesses das massas populares, adquirindo profundas raízes entre os operários, camponeses, intelectuais e outros trabalhadores. 

  O camarada Kim Jong IL, eterno Secretário Geral do PTC, continuou o caminho do camarada Kim Il Sung, desenvolvendo a um novo e superior nível a compreensão dos problemas teóricos e práticos da construção do Partido e de suas atividades, aportes que demonstraram ser fundamentais em fins do século passado, quando vários Partidos submersos no revisionismo, se desmantelaram, destruindo o socialismo em seus países. 

 Hoje o camarada Kim Jong Un, Primeiro Secretário do PTC, leva adiante sem desvio algum, a ideologia e a causa de Kim Il Sung  e Kim Jong Il, lançando a consigna: “Todo para o povo, tudo apoiando-se nas massas populares!”, levando adiante obras transcedentais na construção de um Estado socialista poderoso e próspero. 

  Os trabalhadores e povos, os Partidos revolucionários, sintetizamos e aprendemos da grande luta e desenvolvimento ideológico que nos entrega o Partido do Trabalho da Coreia, PTC, que demonstra ser uma fonte de reafirmação e triunfo socialista. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário