quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Kim Jong Un envia mensagem a participantes de curso do setor de construção


Kim Jong Un envia mensagem a participantes de curso do setor de construção


Pyongyang, 9 de dezembro (ACNC) – O Marechal Kim Jong Un enviou no dia 8 aos participantes do grande curso dos funcionários da construção uma mensagem intitulada “Abramos a época da grande prosperidade na construção materializando cabalmente a ideia autóctone do Partido sobre a arquitetura”. 
    
Neste trabalho, ele assinala que o Partido do Trabalho da Coreia concede muita importância aos trabalhos do setor de construção.

Destacou que o partido possui a firme decisão de abrir a nova época de prosperidade da patria ao criar a nova história de construção da Coreia de Songun desenvolvendo o atual período de prosperidade, extendendo a tocha de inovações do setor por meio de grandes saltos em todos os setores da construção socialista. 
    
Prossegue afirmando que a história de construçãod a nossa patria é a orgulhosa e que graças a extraordinária ideia de arquitetura dos grandes Generalíssimos Kim Il Sung e Kim Jong Il e suas sábias decisões, conquistaram-se milagres e transformações encurtando o século com o espírito de Chollima redobrado pela batalha da velocidade. 

Hoje em dia, sob a direção do Partido, um novo tempo de esplendor surge em territorio pátrio e a construção socialista, assim como a construção do Estado próspero, transforma em realidade o projeto dos Generalíssimos. 
    
Avaliou como heróis da era de Songun e tesouros do Partido do Trabalho da Coreia os construtores, inclusive os soldados do Exército Popular, que trabalham derramando suor e até sangue para cumprir o projeto de construção do Partido e demonstraram assim que com ações a Coreia cumpre a todo custo o que se propõe e nossa pátria avança manifestando sua inteligência e ímpeto
    
Ensinou que a ideia autóctone e a teoria do Partido sobre a arquitetura e a sua política de construção constitui a orientação diretriz para cumprir com êxito o magno projeto e a ambiciosa meda de construção que apresenta. 

A autóctone arquitetura socialista é em sua essência a arquitetura que da prioridade às massas populares. Dado que as massas populares são criadoras da arquitetura, se debe conceder prioridade na construção à aspiração, demandas e comodidades delas e asegurar perfeitamente o caráter ideo-artístico e a utilidade de acordo com o sentimento e o gosto estético do povo. 

Ao materializar o princípio de dar primazia às massas populares na construção, temos que manter com firmeza o espírito Juche, combinar corretamente a nacionalidade e a modernidade, superar o nível mundial e edificar em uma grande velocidade as obras arquitetônicas monumentais que resultam impecáveis até em um futuro distante. 

Esse é o principio fundamental que devemos manter na construção e o núcleo da autóctone ideia da arquitetura. 

“Abramos a época da grande prosperidade na construção materializando cabalmente a ideia autóctone do Partido sobre a arquitetura!”, esta é a consigna combatida que devem adotar hoje os funcionários e os trabalhadores do setor de construção, afirmou o Marechal, e indicou as tarefas e soluções que apresentam neste setor. 

No setor de construção, se deve elevar à altura mundial todos os trabalhos de construção do país registrando uma transformação revolucionária no desenho, na execução das obras e na produção de materiais de construção.
    
A demanda política de nosso Partido para desenvolver o setor de desenho, execução e produção de materiais de construção consiste em observar estritamente o principio de asegurar primeiramente o conforto e posteriormente a estética e antecipar a infraestrutura à superestrutura, realizar em alto nível a especialização, a industrialização e a modernização. 
    
Antes de tudo, se deve desenvolver rapidamente o setor de desenho arquitetônico. 
   
Os desenhistas devem garantir no máximo nível o projeto confirme o propósito do Partido e a aspiração do povo, tendo presente que em suas mesas de projetista se desenha o futuro do país civilizado. 
  
É preciso registrar nova inovação na execução das obras.

Ainda que o desenho fosse muito bom, se não se executa com qualidade não se pode construir edifícios excelentes conforme as demandas do Partido e do povo. 
É necessário produzir uma viragem na produção de materiais de construção.

Fazendo uma metáfora com os assuntos militares, esses materiais são munições e bombas. 

Para abrir na construção a era da grande prosperidade, devemos elevar a responsabilidade e o papel dos funcionários e os trabalhadores do setor.

Devemos desenvolver na mais alta etapa a ciencia e a técnica da construção
    
A ciencia e a técnica são a força motriz que impulsiona a construção e o desenvolvimento contínuo para abrir a era da grande prosperidade da construção. 

Faz falta prestar grande atenção a formação de cientistas e técnicos talentosos do setor.

É preciso melhorar e fortalecer a supervisão e o controle da construção.

Ao final de sua mensagem, Kim Jong Um afirmou que os funcionários e os trabalhadores do setor de construção devem produzir grandes saltos e inovações no setor, com o fervor de tornar realidade o magno projeto de construção do Partido, de modo que se manifeste ante o mundo a valente potência do monte Paektu e o ímpeto da Coreia de Songun. 

4 comentários:

  1. Caro senhor.
    Tenho acompanhado este blog na tentativa de obter informações de um ponto de vista diferente para fazer uma idéia um pouco mais realista da Coréia do Norte.
    Consegui ver que as condições de vida não são tão terriveis como apregoa a imprensa tradicional. Mas alguns conceitos não consigo entender.
    Por gentileza, de uma forma simples, sem maiores proselitismos, me esclareça:
    O senhor é favorável à pena de morte devido à divergências políticas?
    A idéia Juche é tão intolelante que não admite divergências?
    O pensamento político e sociológico sempre evolui através dos tempos.
    neste ambiente de execução dos divergentes, como é possivel alguma evolução? Só o lider pode pensar?

    Meu questionamento é feito com todo o respeito. Espero que sua resposta também assim o seja. Como meu nível de conhecimento domina pouco a retórica, por gentileza, evite a linguagem demasido rebuscada.

    obrigado

    ResponderExcluir
  2. Caro Anônimo,

    Sou totalmente contra a pena de morte devido à divergências políticas. Imagino que sua pergunta tenha a ver com o fato da recente execução de Jang Song Thaek, elemento que fora condenado por seus crimes contra o Estado norte-coreano e não por suas posições políticas. Song Thaek cometeu inúmeros atos de corrupção e foram tais motivos que contribuíram para sua condenação.

    A Ideia Juche é um pensamento político que presa pela unidade. Unidade na ideologia e na ação, que obviamente não exclui a divergência de opiniões em relação a determinados assuntos. A Ideia Juche, neste caso, defende o conceito leninista de Centralismo Democrático.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela resposta. O seu posicionamento contra apena de morte por questões políticas mostrou que, ao contrário do que eu pensava o teu alinhamento com o governo norte coreano não é automático, mas fruto de análise.
      Continuando o questionamento, não consegui encontrar nas acusações feitas ao Sr. Jang fatos objetivos, mas acusações genéricas, as quais são de difícil defesa. Será que a execução do Sr. Jang não ocorreu devido a embates entre dois blocos de poder?
      atenciosamente,
      Fábio

      Excluir
    2. Fábio,

      Não existe nada de genérico nas acusações feitas contra Song Thaek. São acusações que há tempos vinham sendo investigadas. O comportamento abusivo de Song Thaek era algo que já estava sendo criticado pelo PTC há tempos, porém este apostava que o sujeito mudasse e corrigisse seus erros. O fato de em outras oportunidades ele ter sido afastado de cargos dirigentes e depois retornado mostra bem isso. A execução dele se deu por tais motivos e não por "embates de poder".

      Abraço

      Excluir