quinta-feira, 13 de março de 2014

Sobre os Direitos Humanos na RPDC - Boletim da Embaixada da RPDC no Brasil


As manobras dos EUA e dos seus países satélites para esmagar a RPD da Coreia atingiram de modo extremo a nossa nação. 

Recentemente o “Comitê de Pesquisa da Situação dos Direitos Humanos da  Coreia”, subsidiário do Conselho dos Direitos Humanos da ONU publicou o livro  chamado "Informe de Direitos Humanos do Norte" com o objetivo de isolar e acabar com a República Popular Democrática da Coreia. 

A RPDC nunca reconheceu a existência desse “Comitê de Pesquisa Fantoche” que foi organizado de maneira forçada no ano passado, na reunião do Conselho de Direitos Humanos da ONU pelos Estados Unidos e seus satélites habituados ao ressentimento contra a RPDC. 

A Coreia do Norte rejeita totalmente o chamado "Relatório" desse “Comitê- Fantoche” que vira as costas para o verdadeiro aspecto dos direitos humanos do nosso povo, e está cheio de dados sem fundamento, inventados com vistas a levantar dinheiro para a máfia, que é composta por forças hostis e alguns criminosos "fugitivos norte-coreanos". 

Eles lideram uma campanha intrigante anti-RPDC, instigando a Corte Penal Internacional e o Conselho de Segurança da ONU com o baixo pretexto sobre os"direitos humanos da RPDC”. Uma extrema e perigosa provocação política com a intenção de desintegrar nosso regime, ao desacreditar a imagem digna da RPDC, elevando o grau de pressão contra esta. 

Agora muitos países e até alguns veículos de imprensa ocidentais acusam aquele "relatório" de tendencioso e carente de autenticidade, e se preocupam por que tal "relatório" foi distribuído como documento da organização da ONU. 

O Jornal do Instituto de Assuntos Político-Internacionais dos EUA, “Polin Policy Focus” revelou que quando os EUA realizaram a reunião de 6 Bandas para resolver o problema Nuclear da RPDC a verdadeira intenção era trocar o governo da Coreia. 

Os EUA impuseram à Coreia que deixasse primeiro o programa nuclear, mas não explicitaram suas intenções, e atualmente estão mobilizando todos os seus métodos para isolar e sufocar a República Popular Democrática da Coreia. 

Podemos saber bem com as palavras dos altos funcionários do governo dos Estados Unidos. Eles consideraram e escreveram que o problema dos Direitos Humanos da Coreia do Norte é como “A chave para oprimir a Coreia do Norte” com o seu programa nuclear e os seus direitos humanos. “A estratégia para derrubar a sociedade da Coreia do Norte com o pretexto de defender fugitivos norte-coreanos”. 

Nossa sociedade socialista é composta pelas massas populares que são donas de tudo e decidem tudo
e todos estão a serviço dos interesses coletivos das massas, desfrutando de seus direitos e liberdade. 

Na RPDC todas as pessoas estão gozando dos benefícios de tratamento e educação gratuita. Também estão inseridos no sistema de eleição superior que pode exercer o direito de eleição e o direito de serem eleitos, independente de opiniões, religião, emprego, sexo. 

O objetivo final do Partido dos Trabalhadores da Coreia é melhorar a vida dos povos, e todos os órgãos da República estão servindo como pai de uma família e são servidores fieis dos povos. 

Caluniar nossa sociedade que foi escolhida pelo povo é uma violação da liberdade e da auto-determinação dos povos e do direito politico de um povo. 

Nós consideramos os direitos humanos como soberania do Estado e convicção de nosso povo para defender o sistema socialista que é a vida do próprio povo. E as manobras dos EUA e seus seguidores para subverter nossa sociedade aumentam cada vez mais. 

O problema de direitos humanos da RPDC está extremamente politizado em dois pesos e duas medidas e a seletividade não é só problema da República Popular Democrática da Coreia. Em todos os países do mundo existe o problema de direitos humanos. O grande problema é que os países pró-EUA e os países que têm o mesmo sistema social dos EUA não falam nem uma palavra sobre Direitos Humanos em seus respectivos países. 

Como mostra a resolução “O Direito à Privacidade na Era Digital” que foi aprovado no Terceiro Comitê do 68º período de sessões da Assembleia Geral da ONU, os EUA são um reinado de violação dos direitos humanos e podem vigiar e interferir até na escolha da líderança nos países aliados. 

Quem deve ocupar o assento de acusado no Tribunal Internacional de Direito Humano é precisamente os EUA, principais sujeitos de violação de Direito Humano que causaram incontáveis calamidades, assassinando em todas as regiões do planeta, pessoas inocentes, produzindo escândalos por haver realizado a interceptação e vigilância ilegais de habitantes de seu país e do estrangeiro. 

Todos os países que amam a soberania e a dignidade de sua pátria devem despertar para trabalhar bem as palavras de defesa dos direitos humanos que os EUA e seus seguidores tanto deturpam em seu favor.

Embaixada da República Popular Democrática da Coreia no Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário